Escolas recebem R$ 13 milhões para atividades complementares

ave-e-tal-na-escola-parque-075

As escolas da rede estadual que aderiram ao programa Novo Mais Educação já estão com seus recursos disponíveis. Este ano, foram destinados 13 milhões de reais para o desenvolvimento de atividades complementares como arte e educação. Além disso, cada unidade de ensino também poderá utilizar a sua verba, que varia de escola para escola, na requalificação do ambiente escolar, de acordo com a proposta pedagógica da escola.

Na Bahia, o programa está beneficiando 478 escolas, localizadas em todos os 417 municípios, com um total de aproximadamente 240 mil estudantes do Ensino Fundamental. O total de recurso destinado para cada escola é calculado com base no quantitativo de estudantes que a unidade irá atender.

De acordo com a coordenadora de Educação Integral da Secretaria da Educação, Rowenna Brito, a proposta pedagógica da escola precisa estar mais próxima da identidade do estudante. “A ideia é que a escola utilize esse recurso para fazer o desenho do Projeto Político Pedagógico da escola, atendendo às demandas e necessidades do estudante. É uma inciativa para fortalecer a Educação Integral em tempo integral visto que os estudantes participam de atividades que complementam a formação”, destaca a gestora.

Com  isso, a escola irá vivenciar uma jornada ampliada de 15 horas semanais, atendendo cinco atividades, sendo Língua Portuguesa e Matemática obrigatórias e, as outras três, de livre escolha. O objetivo é potencializar o ensino regular nas disciplinas de Português e Matemática e, assim, melhorar os indicadores de avaliação. O recurso, do Governo Federal, é destinado para um período de oito meses, com início das atividades em março e término em novembro deste ano.

Foto: Divulgação

Inscrições para o Sisu são prorrogadas até domingo (29)

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou as inscrições dos estudantes no Sistema de Selação Unificada (Sisu) até as 23h59 do próximo domingo (29). O prazo estava previsto para terminar hoje (27). O ministério decidiu prorrogar após estudantes terem relatado dificuldades para acessar o sistema. O resultado está mantido para segunda-feira (30).

Ao todo, são 238.397 vagas em 131 instituições públicas, entre universidades federais e estaduais, institutos federais e instituições estaduais.

O Sisu seleciona os estudantes com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Cabe a cada instituição definir o cálculo que utilizará para a seleção dos novos alunos. Para participar do processo, o estudante não pode ter tirado nota zero na redação do exame. Ao todo, mais de 6,1 milhões fizeram o Enem em 2016.

O período de matrícula será de 3 a 7 de fevereiro. Os candidatos que não forem selecionados na chamada regular poderão participar da lista de espera, entre 30 de janeiro e 10 de fevereiro. Esses candidatos serão convocados a partir do dia 16 de fevereiro, caso haja vagas remanescentes.

Fonte: Agência Brasil

Secretaria da Educação do Estado divulga resultado do sorteio eletrônico da Educação Profissional

Contemplados para 11.748 mil vagas da Educação (24)
Um total de 11.748 mil estudantes foram beneficiados com o sorteio eletrônico da Educação Profissional realizado, nesta segunda-feira (23), no auditório da Secretaria da Educação do Estado, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.  São jovens e trabalhadores, que já concluíram o Ensino Médio e que vão voltar a estudar. As vagas são para 33 cursos técnicos de nível médio de 11 Eixos Tecnológicos, oferecidos nos Centros Estaduais e Territoriais de Educação Profissional e seus anexos, em 57 municípios baianos, nos 27 Territórios de Identidade. O resultado está disponível no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).
 
O sorteio aconteceu na presença de representantes do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Procuradoria Geral do Estado (PGE), do Ministério Público Federal e do Conselho Estadual de Educação. Entre as contempladas estava a professora Débora Dias Santana, 36 anos, que decidiu investir em uma nova profissão. “Por meio de uma indicação de uma amiga e por ser oriunda da rede estadual, decidi me inscrever para o curso técnico de Secretariado, do Centro Estadual de Educação Profissional Isaías Alves. Há um bom tempo que eu gostaria de trabalhar nesta área. Estou feliz pelo sorteio e pela oportunidade de poder realizar esse curso”, ressaltou.
 
Segundo o superintendente da Educação Profissional da Bahia, Durval Libânio, os cursos ofertados abrangem diversas áreas de atuação. “Oferecemos cursos de diferentes áreas do conhecimento como Saúde, Produção Cultural, Recursos Naturais, Controle e Processos Industriais, Informática, Gestão e Negócios, Administração, Logística, entre outros que oportunizam a formação para os jovens e trabalhadores em toda a Bahia”, afirmou.
 
Durval ainda contou sobre as perspectivas para a oferta de mais vagas durante o ano de 2017. “No meio do ano teremos uma nova oferta onde terão cursos na área de Agropecuária e Agroecologia em regime de alternância para melhor atender os moradores da região rural. Também estamos trabalhando para ofertar Educação Profissional com Intermediação Tecnológica, além de cursos Pronatec de formação integral. Ao todo serão 108.000 vagas oferecidas neste ano”, afirmou.
 
Contemplados para 11.748 mil vagas da Educação (7)
Matrícula - A matrícula para os contemplados no Sorteio Eletrônico ocorre no período de 1º a 3 de fevereiro de 2017. Os candidatos contemplados devem se dirigir aos Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional para os quais se inscreveram. No ato da matrícula, devem ser apresentadas cópias e originais dos seguintes documentos: CPF, histórico escolar, Carteira de Identidade e comprovante de residência. O início das aulas está previsto para 06 de fevereiro de 2017.
 
Os candidatos contemplados no Sorteio Eletrônico para os cursos no eixo tecnológico Produção Cultural e Design, ofertados pelo Centro Estadual de Educação Profissional em Artes e Design, em Salvador, passarão por um teste de habilidade específica. O teste, de caráter eliminatório, será aplicado no próprio Centro, durante o período de matrícula. Os estudantes deverão se dirigir ao Centro com os documentos necessários, pois se aprovados no teste de habilidade específica efetivarão a matricula imediatamente após o teste.
 
O sorteio e direcionado a estudantes que concluíram o Ensino Médio e suas modalidades, de forma gratuita, em estabelecimentos de ensino da rede pública de Educação – no âmbito federal, estadual ou municipal. Ou ainda que tenham, comprovadamente, cursado o Ensino Médio em instituição filantrópica ou em instituição privada na condição de bolsista integral. Das vagas ofertadas, 9.288 foram para o interior do Estado e 2.460 mil para Salvador e Região Metropolitana de Salvador (RMS).
 

Fotos: Suami Dias

Divulgado calendário para realização de exames supletivos

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia divulgou, nesta quinta-feira (19), no Diário Oficial (D.O./BA), através da Portaria nº 375/2017, o calendário 2017 para a realização dos exames supletivos de certificação para o Ensino Fundamental e o Ensino Médio, por meio das Comissões Permanentes de Avaliação (CPA). Os interessados devem ficar atentos às datas definidas a cada mês, de fevereiro a novembro, para a realização do atendimento presencial e da realização das provas. O agendamento é feito exclusivamente pelo endereço cpa.educacao.ba.gov.br.

No dia do atendimento presencial, o candidato passará por uma orientação pedagógica. Nesse momento, deverá levar duas fotos 3×4 iguais e recentes, além de Carteira de Identidade ou Carteira de Trabalho, original e cópia, atualizada e em perfeito estado. Os exames de certificação serão realizados pela CPA das unidades escolares da Rede Estadual de Ensino autorizadas pelo Conselho Estadual de Educação (CEE).

Os candidatos que não forem aprovados somente poderão realizar nova avaliação após o período mínimo de 60 dias.

Veja o calendário completo:   

 

Meses

 

Agendamento Online

 

Atendimento presencial

 

Realização das Provas e Marcação

Fevereiro 01 e 02 / 02 / 17 06 a 09 / 02 / 17 13 a 16 / 02 / 17
Março 01 e 02 / 03 / 17 06 a 09 / 03 / 17 20 a 23 / 03 / 17
Abril 03 e 04 / 04 / 17 10 a 13 / 04 / 17 24 a 27 / 04 / 17
Maio 02 e 03 / 05 / 17 08 a 11 / 05 / 17 22 a 25 / 05 / 17
Junho 01 e 02 / 06 / 17 05 a 08 / 06 / 17 19 a 21 / 06 / 17
Julho 03 e 04 / 07 / 17 10 a 13 / 07 / 17 24 a 27 / 07 / 17
Agosto 01 e 02 / 08 / 17 07 a 10 / 08 / 17 21 a 24 / 08 / 17
Setembro 04 e 05 / 09 / 17 11 a 14 / 09 / 17 25 a 28 / 09 / 17
Outubro 02 e 03 / 10 / 17 09 a 11 / 10 / 17 23 a 26 / 10 / 17
Novembro 31 / 10 e 01 / 11 / 17 06 a 09 / 11 / 17 20 a 23 / 11 / 17

Confira as unidades autorizadas para realização dos Exames:

 

NRE

Nível

 

Autorizada pela

Resolução CEE

UNIDADE ESCOLAR

Endereço

 05

Itabuna

 

Médio

e

Fundamental

Nº 074/1996

DO

1º/11/1996

Col. da Polícia Militar Rômulo Galvão

Rua David Maia, s/n – Pontal   /  Ilhéus – Ba.

Tel.: (73) 3231-3374 /3634-4133

Médio

e

Fundamental

Nº 085/93

DO

17/08/1994

Col. Est. de Itabuna

Rua Manoel Chaves, s/n – São Caetano  / Itabuna- Ba.

Tel: (73) 3613-4005

10

Juazeiro

Médio

e

Fundamental

Nº 074/1996

DO

1º/11/1996

Col. Est. Polivalente Américo Tanuri

Av. Edigar Chastinet, s/n – Bairro Horto Florestal

Juazeiro – Ba.

11

Barreiras

Médio

e

Fundamental

Nº 074/1996

DO

1º/11/1996

Col. Est. Estadual Prisco Viana

Rua Pedro Dourado, s/n  – Centro

CEP:47.800-001 / Barreiras – Ba.

13

Caetité

Médio

e

Fundamental

Nº 059/2003

DO

09/09/2003

Instituto de Educação Anísio Teixeira

Av. Anísio Teixeira, s/n – Centro    / Caetité – Ba.

Tel.: (77) 3454-2138

16

Jacobina

Médio

e

Fundamental

Nº 175/2000

DO

30 e 31/12/2000

Centro Educacional Deocleciano Barbosa de Castro

Pça. Presid. Kennedy, 200 – Estação / Jacobina- Ba.

Tel.: (74) 3621-3036/5386 / 3967

18

Alagoinhas

Médio

e

Fundamental

Nº 074/1996

DO

1º/11/1996

Centro Territorial de Educa. Profissional do Agreste de Alagoinhas/Litoral Norte

Rua Maria Feijó,  13 – Centro / Alagoinhas- Ba.

Tel. e Fax: (75) 3421-2446

19

Feira de

Santana

Médio

e

Fundamental

Nº 085/93

DO

17/08/1994

Col. Est. Agostinho Fróes da Mota

Rua Cel. Álvaro Simões, s/n – Centro   / Feira de Santana- Ba.

Tel.: (75) 3223-2465/.3225-5190

20

Vit. da

Conquista

Médio

e

Fundamental

Nº 085/93

DO

17/08/1994

Col. Est. Kleber Pacheco de Oliveira

Rua H, s/n – URBIS II – Bairro Batéias    / Vitória da Conquista – Ba.

Tel:  FAX (77) 3426-2531 /3422-1625

21

Stº Antonio de

Jesus

 

 

Médio

e

Fundamental

Nº 085/93

DO

17/08/1994

Col. Est. Antonio Olavo Galvão

Loteamento Jardim Bahia, s/n – Santo Antonio de Jesus-Ba.

Tel.: (75) 3631-7084

Médio

e

Fundamental

Nº 079/2003

DO

02/10/2003

Centro Educacional Theodoro Sampaio

Av. Ferreira Bandeira, s/n – Centro      / Santo Amaro – Ba

Tel.: (75) 3241-1423/1421/2942/1260

22

Jequié

 

Médio

e

Fundamental

Nº 074/1996

DO

1º/11/1996

 

 Centro Est. de Educação Profissional em Gestão e Tecnologia da Informação – Régis Pacheco

Rua 15 de Novembro, Campo América    / Jequié-Ba.

Tel.: (73) 3525-6675/1341

24

Paulo

Afonso

Médio

e

Fundamental

Nº 074/1996

DO

1º/11/1996

Col. Est. Polivalente de Paulo Afonso

Av. José Hemetério de Carvalho, 1512 / Paulo Afonso-Ba.

Tel.: (75) 3692-1645 / 3282-2246

25

Sr. do

Bonfim

Médio

e

Fundamental

Nº 023/2002

DO

16/05/2002

Col. Est. Teixeira de Freitas

Rua Antônio Laurindo, 324 – Centro / Senhor do Bonfim – Ba.

Tel.: (74) 3542-1073

 26

Salvador

Médio

e

Fundamental

Nº 085/93

DO

17/08/1994

Centro Est. de Educ. Magalhães Netto – CEA

Pça. Almirante Coelho Neto, s/n – Barris /    Salvador – Ba.

Tel.: 3321-7225 / 3241-2191 Fax: 3328-6271

Médio

e

Fundamental

Nº 085/93

DO

17/08/1994

Col. Est. Governador Roberto Santos

Rua Silveira Martins,s/n –  Cabula      /   Salvador – Ba.

Tel.: (71) 3117-2714    Fax: 3387-4695

Fundamental Nº 085/93

DO

17/08/1994

Col. Est. Zilma Gomes Parente Barros

Av. Diva Pimentel, s/n – San Martin    /   Salvador – Ba.

Tel.: (071) 3389-2122 – FAX:3381-5847

 

Médio

 

Nº 022/2002

DO

16/05/2002

Col. Est. Duque de Caxias

Rua Lima e Silva, s/n – Liberdade –  Salvador – Ba.

Tel: (71) 3243-1328  / 3243-9355 / 3241-6554

27

Eunápolis

Médio

e

Fundamental

Nº 175/2000

DO

30 e 31/12/2000

Col. Est. Armando Ribeiro Carneiro

Rua Maria Quitéria, 281 – Centro  /  Eunápolis – Ba.

Tel.: (73) 3281-3340   FAX (73) 3281-2834

Inscrição para Edital da alimentação escolar encerra na segunda

Colegio Jesus Cristo (23)

Os agricultores familiares têm até a próxima segunda-feira (23) para concorrer ao edital da Secretaria da Educação do Estado para o fornecimento de produtos oriundos da Agricultura Familiar para a alimentação escolar. Podem concorrer fornecedores individuais, grupos formais (cooperativas) e grupos informais (associações). Estão sendo destinados R$ 16.353.354,05 milhões.

Com este edital, o Estado cumpre a Lei nº 11.947/2009, que determina que pelo menos 30% dos recursos para a alimentação escolar sejam da Agricultura Familiar. O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, disse que este edital contribuirá, significativamente, para o desenvolvimento socioeconômico e ambiental da Bahia e para a otimização dos recursos utilizados para a alimentação escolar.

>> Clique aqui para obter todas as informações do Edital

“Este edital é fundamental para criar uma relação de estímulo a essa pequena produção. Ao mesmo tempo, busca-se, com isto, melhorar a qualidade, por exemplo, dos alimentos, uma vez que da Agricultura Familiar tem muita coisa que é produzida ali, extraída da terra diretamente e pode ser passada para a escola. E se reduz custo com a questão de logística”, afirmou o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, ao destacar outras vantagens do processo.

“Também se cria, de forma local, uma ambiência para que a própria escola possa entender a importância da Agricultura Família. Não é só o fornecimento do alimento, mas é, inclusive, isso ser objeto de estudo na escola, para entender a importância de fomentar estas atividades, como a geração de renda, e, ao mesmo tempo, com o aproveitamento das próprias especificidades locais e territoriais”, acrescenta Pinheiro.

A ação tem o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado. Os interessados em participar da chamada pública devem acessar o edital ou pegar uma cópia na sede da Secretaria da Educação do Estado (Centro Administrativo da Bahia), das 8h30 às 12h e das 14h às 18h.

Começa terça-feira a matrícula nas escolas estaduais

matricula 4

A matrícula na rede estadual de ensino começa na próxima terça-feira (24) e segue até o dia 31 de janeiro. Os estudantes da rede estadual que vão mudar de escola e os alunos oriundos das redes municipais de Salvador e de mais 27 cidades (veja a relação abaixo) poderão fazer a matrícula pela Internet. Para isso, é preciso utilizar o código de matrícula que receberam nas suas escolas de origem. O ano letivo de 2017 na rede estadual começa no dia 06 de fevereiro.

De acordo com o cronograma da Secretaria da Educação do Estado, o primeiro dia de matrícula (24/01) é direcionado ao estudante da rede estadual de ensino nas seguintes situações: deve mudar de escola porque a atual não oferece a série subsequente, não renovou a matrícula no período determinado ou mudança de domicílio.

Entre os dias 25 e 26/01, a matrícula é para os concluintes das séries iniciais e finais do Ensino Fundamental, regularmente matriculados na rede pública municipal no ano letivo de 2016, em razão das escolas não oferecerem a série subsequente.

Alunos novos
A matrícula de novos estudantes que forem cursar qualquer série do Ensino Fundamental acontece no dia 27 de janeiro e do Ensino Médio e suas modalidades, nos dias 30 e 31 de janeiro, devendo ser realizada presencialmente em qualquer unidade da rede estadual de ensino.

Pela internet
Além dos estudantes regularmente matriculados na rede estadual de ensino em 2016, também podem fazer a matrícula pela Internet estudantes oriundos das redes municipais das seguintes cidades: Itabuna, Nordestina, Barreiras, Barro Preto, Barrocas, Brejões, Camaçari, Catu, Dias D’Ávila, Encruzilhada, Eunápolis, Feira de Santana, Glória, Gongogi, Ipirá, Itaberaba, Itapetinga, Lamarão, Luís Eduardo Magalhães, Macajuba, Madre de Deus, Mundo Novo, Paulo Afonso, Porto Seguro, Salvador, São José da Vitória, Serrinha, Simões Filho e Vitória da Conquista.

O cronograma de matrícula da rede estadual abrange toda a Educação Básica e suas modalidades, incluindo a Educação Profissional, na qual são ofertados cursos técnicos de nível médio e de qualificação integrados à Educação de Jovens e Adultos (EJA), de nível Fundamental e Médio.

Documentos necessários
Para a matrícula é preciso apresentar os seguintes documentos: original do histórico escolar ou atestado de escolaridade, firmado pela direção da unidade escolar (deve ser substituído pelo histórico em até 30 dias); original e cópia da certidão de registro civil ou da carteira de identidade (RG); original e cópia do CPF, original e cópia legível com data recente do comprovante de residência (água, luz, telefone fixo ou móvel, gás encanado, Internet, contrato de aluguel, IPTU, cartão de crédito ou TV por assinatura) e o código do SETPS (constante no Salvador Card) para as escolas do município de Salvador.

>> O assunto foi tema de reportagem no programa TVE Revista

Secretaria divulga premiados no Concurso sobre Castro Alves

Seleção de obras Concurso Castro Alves (2)

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia divulgou, nesta sexta-feira (19), a lista dos estudantes premiados no “Concurso Festa Literária na Rede Estadual da Bahia: 169 anos de Castro Alves”. Foram 17 selecionados entre as 121 obras inscritas nos distintos gêneros literários (poesia, prosa, carta e cordel).

As apresentações e premiações das criações literárias ocorrem no Sarau Literomusical, na Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), entre os dias 13 e 16 de outubro. A seleção foi feita pela professora da rede estadual, Lucília Coimbra, e pelas professora Regina Gramacho e Maria Auxiliadora Wanderley, integrantes do Grupo de Pesquisa de Educação em Linguagem (Geling), da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia (Faced/Ufba).

O objetivo do concurso é promover ações voltadas para o desenvolvimento das experiências criativas nos contextos escolares e a preservação da memória cultural da Bahia. Neste caso especial, os estudantes foram motivados a produzir escritos literários baseados nas diversas temáticas da obra do escritor Castro Alves.

A estudante Ioná Barbosa Rocha, 16 anos, que cursa o 2º ano no Colégio Estadual Duque de Caxias, localizado no município de Correntina (918 km de Salvador) conta que ficou surpresa ao ser selecionada no concurso. Ela escreveu uma carta para Castro Alves e que leva o título “Carta a Cecéu”. “Estou muito feliz com o resultado porque escrevi com muito carinho e me inspirei nas obras dele”, diz a estudante ao revelar que está escrevendo o seu próprio romance chamado de “Projeto do amor”.

Quem também ficou muito entusiasmada foi Raimunda da Silva Martins, 17, do 3° ano do Colégio Estadual Antônio Batista, em Candiba (705 km da capital). Seu cordel intitulado “Castro Alves: a voz dos excluídos” foi inspirado em trechos das obras e história de vida do escritor. “Estou muito emocionada. Foi muito bom participar porque gosto muito de escrever”, diz a estudante que escreve poesias desde os sete anos de idade.

Veja a relação dos premiados  

Os olhos da modernidade – Tauane Pereira da Silva, 15 anos, 2º ano do Ensino Médio, Colégio Estadual João Durval Carneiro, São Gabriel, NRE 01 – Irecê.

Ó vida! – Samuel Cavalcante Penteado, 16 anos, 2º ano do Ensino Médio, Colégio Estadual Jaci Ferreira dos Santos, Mucuri, NRE 07 – Teixeira de Freitas.

A vingança – Suellen Bittencourt da Silva, 15 anos, 2º ano do Ensino Médio, Colégio Estadual Aldemiro Vilas Boas, São Miguel das Matas, NRE 09 – Amargosa.

Brado por liberdade – Roberth Novaes Nascimento, 17 anos, 3º ano do Ensino Médio, Colégio Estadual Edilson Freire, Maracás, NRE 09 – Amargosa.

Sem título – Cailane Evangelista da Silva, 17 anos, 3º ano do Ensino Médio, Colégio Estadual Aldemiro Vilas Boas, São Miguel das Matas, NRE 09 – Amargosa.

O poeta visionário – Laura Alves, 16 anos, 3º ano do Ensino Médio, Colégio Estadual Marlei Teresinha Pretto, Luís Eduardo Magalhães, NRE 11 – Barreiras.

Um grande homem – Sindy Muniz de Souza Barrense, 16 anos, 2º ano do Ensino Médio, Colégio Estadual Antônio Geraldo, NRE 11 – Barreiras.

Biografia em poesia – Josicléia Oliveira da Silva, 17 anos, 2º ano do Ensino Médio, Colégio Estadual Vilobaldo Campos, Boquira, NRE 12 – Macaúbas.

Castro Alves: A voz dos excluídos – Raimunda da Silva Martins, 17 anos, 3º ano do Ensino Médio, Colégio Estadual Antônio Batista, Candiba, NRE 13 – Caetité.

Castro Alves em Cordel – Ana Beatriz Alves de Jesus, 16 anos, Vitória Oliveira Alves Cerqueira, 16 anos, 2º ano do Ensino Médio, Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães, NRE 14 – Itaberaba.

Memórias de um Condoreiro – Adriele Silva de Macedo, 17 anos, Bruno Rafael da Cruz Soares, 16 anos, 2º ano do Ensino Médio, Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães, NRE 14 – Itaberaba.

A voz de poucos que Brada – César Augusto Braga de Oliveira, 15 anos, 1º ano do Ensino Médio, Colégio da Polícia Militar Professor Magalhães Neto, NRE 22 – Jequié.

Carta a Cecéu – Ioná Barbosa Bonfim Rocha, 16 anos, 2º ano do Ensino Médio, Colégio Estadual Duque de Caxias, Correntina, NRE 23 – Santa Maria da Vitória.

Carta para as gerações futuras – Lurielly Kristiny Rocha de Lima, 14 anos, 1º ano do Ensino Médio, Colégio Estadual Rolando Laranjeira Barbosa, NRE 23 – Santa Maria da Vitória.

O filho da liberdade – Ádla Cardoso Lêdo, 16 anos, 2º ano do Ensino Médio, Colégio Estadual São Gonçalo, Serra Dourada, NRE 23 – Santa Maria da Vitória.

O jovem Castro – Hellen Cristina Marques Teixeira, 17 anos, 3º ano do Ensino Médio, autora, Wânderson Moraes de Jesus, 19 anos, 1º ano Ensino Profissional, intérprete, Colégio Estadual de Correntina, Correntina, NRE 23 – Santa Maria da Vitória.

Meu anjo, meu anjo negro – Iasmin Carolaine de Matos Gonçalves, 16 anos, 3º ano do Ensino Médio, Colégio Estadual Deputado Manoel Novaes, NRE 26 – Salvador.

Prorrogado prazo para cadastro para Projeto Primeiro Emprego

emprego2

A Secretaria da Educação do Estado prorrogou, para o dia 15 de setembro, o prazo para que os estudantes da Educação Profissional atualizem seus dados. A ação faz parte do Projeto Primeiro Emprego do Governo do Estado, que visa ofertar milhares de vagas para a primeira experiência profissional destes jovens. Devem se cadastrar os estudantes ativos de 2016 (séries finais) e egressos do ano letivo de 2015.

>> Clique aqui para fazer a atualização cadastral

O processo de atualização é muito simples. O estudante pode fazer o seu cadastramento em qualquer computador ou do celular. No Portal da Educação, deve preencher os seguintes dados: nome completo (sem abreviações), o número do CPF, o nome completo da mãe e o endereço residencial. Os dados são fundamentais para que o estudante, caso convocado, seja acionado, via carta registrada, para as vagas do Primeiro Emprego.

A convocação para o projeto Primeiro Emprego será feita pelo Serviço de Intermediação para o Trabalho (SINEBAHIA), a partir de um banco de dados disponibilizado pela Secretaria da Educação do Estado. A seleção se dará com base no rendimento escolar, a partir de uma média geral do curso.

Começa o recadastramento de estudantes para primeiro emprego

emprego3

A atualização cadastral dos estudantes da Educação Profissional já começou. A ação faz parte do Projeto Primeiro Emprego, que visa ofertar milhares de vagas para a primeira experiência profissional destes jovens. A seleção se dará com base no rendimento escolar, a partir de uma média geral do curso. Por isso, é importante que cada estudante realize sua atualização cadastral, para que possa ser contactado no caso de convocação para uma das vagas ofertadas.

Devem se cadastrar, os estudantes ativos de 2016 (séries finais) e egressos do ano letivo de 2015. Nesta sexta (12), o sistema de cadastramento foi testado no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Controle e Processos Industriais Newton Sucupira, localizado no bairro de Mussurunga, em Salvador, para que os alunos pudessem verificar como funciona o sistema.

>> Clique aqui para fazer a atualização do cadastro

A convocação para o projeto Primeiro Emprego será feita pelo Serviço de Intermediação para o Trabalho (SINEBAHIA), a partir de um banco de dados disponibilizado pela Secretaria da Educação do Estado. Como público alvo do projeto Primeiro Emprego, a aluna Beatriz Barbosa, 19, 3º ano do curso de Informática, no CEEP Newton Sucupira, tratou logo de fazer a atualização do seu cadastro porque entrar no mundo do trabalho tem sido o  maior sonho. “Foi super fácil o processo de atualização cadastral. Quis fazer logo, pois pretendo conhecer o ambiente do trabalho o mais rápido possível para que, no futuro, quando começar a atuar no mercado como profissional, já tenha na bagagem uma certa experiência. Também quero ter o meu dinheiro para ajudar a minha mãe e ter mais autonomia financeira”, justifica.

A colega Yasmin Marques, 15, 3º ano também do curso de Informática na mesma unidade escolar, conta que está otimista em ser selecionada para o primeiro emprego. “Foi bem rápida e prática a atualização dos meus dados. Aproveitei, também, para tirar a minha Carteira de Trabalho. Espero que logo seja chamada porque considero muito importante que todos tenham essa experiência de entrar no mundo do trabalho. Estou na maior expectativa”, conta.

Documentos necessários – O representante da Secretaria da Educação no Comitê Gestor do projeto Primeiro Emprego, Ruy Braga, explica que, para a atualização, o estudante deverá ter os seguintes dados: seu nome completo (sem abreviações), o número do CPF, o nome completo da mãe e o endereço residencial. “O processo é muito simples. O estudante pode fazer o seu cadastramento em qualquer computador ou do celular, lembrando que o importante é fornecer os dados completos e corretamente. Com a atualização, teremos a certeza de que a carta registrada de convocação enviada pelo SINEBAHIA aos selecionados chegará no endereço do estudante”, ressalta.

Walter Pinheiro é empossado como secretário da Educação

walter-pinheiro5

Depois de aceitar o convite do governador Rui Costa, Walter Pinheiro tomou posse como secretário da Educação em cerimônia realizada na tarde desta segunda-feira (6), no Salão de Atos da Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. O evento foi bastante concorrido e contou com a presença do ex-titular da pasta, Osvaldo Barreto, dos senadores Otto Alencar (PSD/BA), Lídice da Mata (PSB/BA), e Roberto Muniz (PP/BA), que a partir de agora ocupa a cadeira de Pinheiro no Senado, além de diversos deputados federais e estaduais e outras autoridades, como o ex-governador Roberto Santos e os reitores das quatro universidades estaduais (UEFS, UESC, UNEB e UESB).

No evento, o governador enfatizou a escolha e os desafios para a nova gestão. “Nos últimos anos, temos dados passos largos e vamos continuar avançando nesse sentido. Para ser secretário de estado, é preciso ir além, é preciso ter capacidade e tranquilidade para escolher uma boa equipe, ter paixão pelo que faz, se dedicar de corpo e alma ao trabalho. E são essas convicções que me fizeram convidá-lo, [Pinheiro], para assumir esse posto. Eu sou a prova viva de que a educação transforma a vida das pessoas e esta é a minha convicção na capacidade de mobilização de Pinheiro, de contagiar a alma dessas pessoas, de sensibilizar e envolver as famílias nesses processo”, explicou Rui.

Emocionado, Pinheiro destacou um pouco da atuação que o trouxe de volta à Bahia, agora como secretário da Educação, e afirmou que esse é um novo desafio na sua trajetória política. “Para mim foi uma honra o convite de assumir essa missão, reconhecendo que esse é um terreno delicado, que lida com a mudança de vida das pessoas. A vantagem é que antes de mim quem trabalhou nele foi o professor Osvaldo Barreto, que muito contribuiu e abriu espaço nesse campo. E assumo hoje a responsabilidade de, a partir desse legado, dar os próximos passos rumo à melhoria da educação no estado”, disse.

>> Clique aqui para ver mais fotos da posse

Pinheiro também lembrou de sua trajetória como parlamentar, quando integrou a subcomissão e a CPI encarregada de investigar desvios na aplicação de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef). “Visitei diversos municípios em que foram identificadas irregularidades, no total de 113 apenas na Bahia”, lembrou. Também foi Pinheiro que propôs a substituição do Fundef pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica Pública e de Valorização dos Profissionais de Educação (Fundeb), que distribui a arrecadação vinculada à educação para todos os alunos de creches, pré-escola, ensino fundamental, ensino médio, educação de jovens e adultos e educação profissional de nível técnico. O Fundeb foi criado através da Emenda Constitucional 53/2006 e regulamentado em 2007, em substituição ao Fundef, que se limitava aos alunos das oito séries do ensino fundamental.

O secretário também citou que quando atuava no Congresso Nacional apresentou o decreto legislativo 402/97, que surtou os efeitos do Decreto 2.208 que visava destruir o conjunto de escolas técnicas públicas federais e estaduais e lembrou que conduziu a bancada de apoio ao governo para a aprovação do Plano Nacional da Educação, em 2014. Ao citar valores que lhe foram passados pelos pais, como o empenho com os estudos, Pinheiro saudou a presença de sua mãe, Anatildes Pinheiro, a esposa, Ana Pinheiro, os filhos e os seis netos, que também estiveram presentes na cerimônia.

Antes de transmitir o cargo, Barreto ressaltou a missão que cumpriu durante os últimos anos. “Gostaria de registrar minha satisfação dos 6 anos e oito meses que toquei essa casa e de agradecer à equipe da Secretaria da Educação, porque esse trabalho não poderia ter sido feito sozinho, além da parceria com todos os secretários e colegas nessa missão de transformar a Bahia”.

Pasta prioritária

Eleito senador em 2010, com mais de 3,5 milhões de votos, Pinheiro se afastou do mandato para assumir uma das pastas prioritárias do Governo do Estado e que tem elaborado planos e projetos que estão mudando a educação pública na Bahia, como o programa Educar para Transformar – um Pacto pela Educação.

Desde a semana passada, o novo secretário tem se reunido com gestores da Secretaria da Educação, reforçando que acredita na escola como um ambiente de transformação e socialização e que precisa estar cada vez mais integrada com a comunidade. Natural de Salvador, Pinheiro é casado e tem três filhos. É técnico em telecomunicações, tendo iniciado a carreira profissional na antiga Telebahia, no fim da década de 70, na chefia de importantes centros de manutenção e operação na capital.

*Com informações da Secom

>> Autoridades estiveram presentes da cerimônia de posse

“Para mim é uma honra ser sucedido por Walter Pinheiro, uma pessoa que tem toda condição de conduzir e fazer um bom trabalho, por ser um quadro dos mais qualificados e preparados. A educação ganha com isso” – Osvaldo Barreto (Ex-secretário da Educação do Estado da Bahia)
“Nós fomos juntos para a Câmara de Deputados e Pinheiro é uma figura, um cara bom. Sei porque vivemos mil e um problemas, ele secretário de Planejamento e eu de Infraestrutura e agora estamos aqui nos reencontrando no Governo da Bahia novamente. Quem conviveu com ele, sabe que ele é criativo, não tem hora nem dia para trabalhar. Tenho certeza que ele fará de tudo para avançarmos ainda mais na Educação” – João Leão (Vice-governador)

“Pinheiro é um homem dedicado, probo e de uma honestidade intelectual insofismável. Esta é uma marca de Pinheiro por onde ele passa. Tenho certeza que os movimentos e desafios da educação são muito grandes e ele vai fazer com que estes instrumentos estejam acessíveis a todos para a formação da cidadania” – Senador Roberto Muniz

“Pinheiro foi um dos senadores mais dedicados ao trabalho, com competência e compromisso com as coisas do país. Ele é um patriota porque quem tenho maior admiração e respeito. Pelo que conheço é um dos quadros do Senado que fez um trabalho brilhante, um exemplo para a Bahia e para o Brasil, pela honra e dignidade por que tem pautado os seus atos” – Senador Otto Alencar

“Pinheiro é um estudioso no que ele faz. É um homem de desafios e não poderia ser melhor para ele do que este desafio que é uma prioridade zero do Governo da Bahia, de construir uma educação de qualidade para a nossa juventude, para a nossa população. Pinheiro é um quadro que tem toda condição de responder a este desafio e dará uma contribuição enorme. O Governo vai seguir tendo um grande acréscimo” – Senadora Lídice da Mata

“Walter Pinheiro é um das pessoas mais preparadas que conheci na área política. Fez um excelente trabalho no Senado Federal e é um quadro que precisa ser o grande articulador e companheiro, sobretudo, nas prioridades que ele tem dado à Educação” – Marcelo Nilo (Deputado Estadual e presidente da Assembleia Legislativa da Bahia)

“Pinheiro foi membro da Comissão de Ciências e Tecnologia da Câmara, da qual fiz parte entre 1995 e 1999. Desde esta época que ele tem essa vocação de participar muito da educação científica. E creio que ele vai dar especial atenção a isto, a partir do projeto Ciência na Escola da rede estadual, dando oportunidade para que os jovens se desenvolvam ainda mais com este projeto” – Roberto Santos (Presidente da Academia de Ciência da Bahia)